Pensar, criar, mudar estratégias, falar com fornecedores, planejar reuniões. Essas são apenas algumas das atividades diárias de um empresário. E em meio a tantas tarefas, é difícil dedicar um tempo — de qualidade — para cuidar dos tributos de uma organização. E a gente entende: afinal, essa é uma tarefa que exige tempo, atenção e muito conhecimento sobre o assunto. Inclusive, pensando em ajudar você a cuidar melhor da área tributária em 2021, separamos estas 10 dicas.

Confira:

.

1. Saiba as datas dos seus pagamentos tributários: 

Conhecer os prazos de todas as declarações de tributos e de envio de documentos de obrigações acessórias pode ser difícil — porém é fundamental para o sucesso de uma empresa. É dessa forma que você evita punições e foge de prejuízos fiscais. 

Uma dica: antes do início de cada mês, marque as datas importantes para a área tributária em 2021 em um calendário, uma agenda ou ative alarmes em seu celular. Você também pode consultar o Calendário Fiscal 2021 do Tax Group. Não importa como você se organiza, o que interessa é não esquecer.

.

2. Forneça capacitações técnicas para a sua equipe periodicamente:

No meio tributário, as legislações e os processos passam por constantes modificações. Novas regras são criadas com uma frequência assustadora. Por isso, é importante que a sua equipe esteja treinada para adequar os trabalhos às novas leis. Assim, a saúde tributária da sua empresa não será prejudicada. 

No site do Tax Group você encontra diversos conteúdos atualizados para ajudar você e sua equipe nesse processo educacional. Ao terminar de ler as nossas dicas, não deixe de acessar outros textos do blog

.

3. Audite os seus processos:

Manter uma frequência regular de análise dos processos fiscais de uma empresa é imprescindível. Por meio de uma auditoria interna ou externa, você pode analisar possíveis falhas nas operações, além de organizar estratégias para solucionar os problemas antes de gerarem prejuízos.

.

4. Use a tecnologia a seu favor: 

A tecnologia é, sem dúvida, uma das maiores ferramentas que você tem à disposição. Portanto, tenha os recursos tecnológicos como grandes amigos e utilize-os para deixar o seu negócio longe de problemas fiscais. 

Mas não pense que isso necessariamente significa adquirir sistemas complexos: contar com ferramentas simples e objetivas já pode contribuir muito para a saúde fiscal da sua empresa.

Para manter sua escrituração contábil em dia, um simples sistema de gestão de dados pode ser muito útil. Nele, você poderá organizar suas notas fiscais e demais documentos de acordo com as exigências legais e, assim, se blindar contra possíveis sanções.

.

5. Não espere a Receita notificar o seu erro:

Mesmo tomando todos os cuidados possíveis, todos estamos sujeitos a errar. No meio tributário, isso acontece principalmente porque o sistema do nosso país, além de ser extremamente complexo, muda a toda hora. 

Caso cometa alguma falha, utilize o recurso da denúncia espontânea, por exemplo, onde você poderá evitar multas e maiores complicações com o fisco. Se você ainda não sabe como funciona esse processo, clique aqui e descubra como utilizá-lo a favor do seu negócio.

.

6. Entenda as legislações que se aplicam à sua empresa:

Cada tipo de negócio é regido por leis fiscais específicas. E para garantir que a sua empresa esteja livre de prejuízos fiscais, é necessário saber quais são elas e como afetam o seu negócio. Dessa forma, você irá empoderar o seu negócio , deixando-o muito mais preparado para lidar com as obrigações e os processos fiscais do dia a dia, atingindo sempre bons índices de compliance.

.

7. Faça um planejamento tributário:

Um bom planejamento tributário pode fazer toda a diferença. Por meio desse tipo de procedimento totalmente legal, você pode evitar uma série de prejuízos e complicações fiscais. Ao analisar o histórico do seu negócio, você deverá identificar se ele está ou não enquadrado no regime tributário correto. Assim, você consegue prevenir pagamentos fiscais indevidos e, consequentemente, evitar custos maiores do que o necessário. 

.

8. Crie uma lista com suas inseguranças fiscais: 

Pode parecer estranho, mas saber exatamente aquilo que se teme é extremamente útil no processo de enfrentar e prevenir problemas. Portanto, crie um documento com todos os pontos que hoje lhe causam preocupação e desconforto em relação ao seu negócio — e não apenas na área tributária. Isso irá lhe ajudar no momento de traçar estratégias e definir metas para transformar a realidade da sua empresa.

.

9. Estabeleça um plano de contingência:

Infelizmente, imprevistos acontecem. Por isso, um cronograma de gerenciamento de crise ajuda na organização ao se deparar com o problema. 

Elabore um bom plano de contingência, sempre levando em conta a realidade do seu negócio e todas as operações e processos que são imprescindíveis ao seu funcionamento.

.

10. Busque ajuda:

A gente sabe que não é fácil lidar com questões tributárias, então não precisa ter medo de pedir ajuda: existe um mercado de profissionais especializados em oferecer assistência a negócios como o seu. 

O Tax Group é um exemplo que conta com um time de consultores tributários extremamente capacitados na área contábil e fiscal. Se precisar de algum auxílio, não hesite em nos contatar. 

.

Gostou das nossas dicas? Aproveite e compartilhe conosco quais outras rotinas fiscais você adota em sua organização.