Atualmente, a tecnologia contábil é utilizada pelo Fisco para monitorar o cumprimento das obrigações fiscais por parte das pessoas físicas e jurídicas. Entretanto, existem opções modernas e de altíssima qualidade que foram criadas para facilitar a vida dos contribuintes, ajudando-os a prevenir problemas fiscais e manter uma boa relação com a Receita Federal. 

.

Que a tecnologia chegou para transformar realidades e facilitar processos já não é segredo para ninguém. Ainda que existam algumas resistências e receios quando o assunto é a implantação de ferramentas digitais, é importante reconhecer que elas fazem a diferença e garantem a permanência de empresas no mercado — afinal, quanto melhores e mais eficazes forem os processos, mais confiáveis eles serão, e, como consequência, mais contratações irão gerar para o negócio. 

As novidades giram agora em torno dos aprimoramentos dos equipamentos e das diferentes facilidades que as tecnologias trazem. Os antigos aplicativos de mensagens de texto agora enviam fotografias, áudios e vídeos, enquanto mapas que antes precisavam ser impressos para auxiliar em deslocamentos agora estão disponíveis em qualquer dispositivo que tenha acesso à internet. 

No universo tributário, a tecnologia contábil também passa por constantes evoluções — ainda que sofra resistências de profissionais mais conservadores que acreditam na extinção da atividade conforme as plataformas digitais forem evoluindo. Entretanto, não se preocupe: o profissional tributário sempre cumprirá papéis fundamentais nessa equação. 

As ferramentas tecnológicas do universo fiscal ganham destaque e peso ainda mais relevantes no Brasil — país onde aproximadamente 52 normas tributárias são alteradas por dia útil e geram incertezas e instabilidades para os contribuintes. Portanto, possuir o apoio de um mecanismo digital que consiga acompanhar todas as mudanças e manter a contabilidade do seu negócio em dia é imprescindível para sobreviver nesse cenário quase que caótico. 

Continue lendo nosso texto e participe conosco de uma viagem pelas tecnologias utilizadas pelo Fisco para monitorar os contribuintes, de que forma as empresas se preparam para estar em dia com as obrigações tributárias e quais as promessas para o futuro contábil.

A tecnologia contábil do Fisco ataca

Se você está enquadrado no perfil de pessoas físicas ou jurídicas que precisam declarar o Imposto de Renda, provavelmente já conhece as ferramentas digitais para realização anual do procedimento. Entretanto, essa não é a única forma tecnológica do Fisco estar por dentro da sua vida contábil.

Desde o ano de 2007, a Receita Federal utiliza o chamado Sistema Público de Escrituração para receber as informações fiscais no ambiente digital. Por meio do sistema, é possível realizar o cruzamento de dados. Na prática, isso quer dizer que todo sonegamento de imposto é identificado de forma muito mais ágil. 

Por questões de segurança, os detalhes dessa ferramenta são sigilosos. Entretanto, sabe-se que o Fisco trabalha com o uso de Inteligência Artificial e supercomputadores. 

Já ouviu falar disso?

Um supercomputador possui grande capacidade de processamento de dados e memória, além de geralmente ser usado para fins científicos. No caso do Fisco, o hardware da máquina utilizada é super avançado, com altíssimo desempenho. Para dar conta de averiguar as declarações de todas as pessoas físicas e jurídicas do país, o aparelho realmente precisa ter muita qualidade, não é mesmo?

Uma das super máquinas utilizadas pela Receita Federal é o T-REX — um aparelho capaz de realizar o processamento e o cruzamento de dados de um grande número de contribuintes simultaneamente. Aqui, as declarações realizadas são comparadas com a base de dados do Fisco com o intuito de verificar inconsistências. 

Outro software chamado Harpia integra e sistematiza as bases de dados do Fisco, além de conseguir ter acesso a informações de outros órgãos como secretarias estaduais e municipais. Ele é capaz de identificar operações fraudulentas com o apoio de uma grande base de informações. 

Além de possuir o apoio dessas tecnologias , a Receita Federal atua em parceria com o Banco Central do Brasil por meio de uma ferramenta chamada Hal — ou Cadastro de Clientes do Sistema Financeiro Nacional. Com ele, é possível rastrear as transações bancárias das 182 instituições financeiras do Brasil. 

Você sabia, por exemplo, que cada correntista do Brasil tem uma pasta de arquivos única no sistema do Fisco? Esse controle rígido e o cruzamento detalhado de dados é possível graças ao Hal. 

Esses três sistemas são alimentados constantemente por todas as declarações advindas do Sped e dos sistemas financeiros, detalhando possíveis inconsistências e possibilitando um controle rígido por parte da Receita Federal. 

Deu para entender como é difícil errar com o Fisco?

As empresas contra-atacam

Sim: o Fisco possui uma tecnologia contábil incrível de controle de informações e detecção de falhas. Entretanto, existem ferramentas criadas para realizar todo esse controle de dados da sua empresa antes mesmo do lançamento das informações ao Fisco. 

Os softwares de gestão contábil, por exemplo, são aliados para evitar erros nas transações tributárias. Essas ferramentas permitem a otimização dos processos e aumentam a produtividade do setor tributário das organizações — afinal, as folhas de pagamento são emitidas de forma mais rápida, além dos relatórios e das notas fiscais. 

Entretanto, a tecnologia contábil queridinha dos tributaristas e dos empresários é a Inteligência Artificial. Com o uso da ferramenta, todos os processos são realizados de forma ágil, eficaz e em conformidade com todas as alterações realizadas diariamente nas legislações tributárias. 

Ah, e não poderíamos deixar de lembrar que ter acesso a essa tecnologia pode ser bem fácil. No Tax Group, nós oferecemos diversas soluções tributárias que utilizam inteligência artificial. Através de nossa plataforma exclusiva, desenvolvida com base em uma matriz tributária aplicada por algoritmo — e que analisa mais de 5 milhões de regras tributárias — , nossos sócios podem oferecer serviços como revisão fiscal e planejamento tributário para as empresas.

Blockchain: a promessa para o futuro da contabilidade

No mundo da tecnologia, apenas uma coisa é mais interessante do que falar sobre o assunto: especular sobre as novidades do setor. 

E nós fazemos parte desse grupo que gosta muito de prever e debater boas mudanças. Por isso, precisamos comentar a inserção da contabilidade no chamado ‘blockchain’. 

Você já ouviu falar desse assunto? 

O blockchain é considerado um sistema de alta segurança capaz de rastrear envios e recebimentos de informações veiculadas na internet. Para simplificar os conceitos técnicos e facilitar o seu entendimento, podemos dizer que são pedaços de um código online que carregam informações interligadas como uma espécie de bloco de dados que, quando unidos, formam uma corrente.  

Há quem confunda essa tecnologia com bitcoin, mas eles não são a mesma coisa: o blockchain surgiu para que esse tipo de moeda digital pudesse existir, mas ele é utilizado para diversas outras finalidades. 

Atualmente, o blockchain é considerado uma das redes mais seguras do mundo: assim que uma invasão é verificada, o sistema trava-se automaticamente em segundos. 

No universo tributário, especialistas acreditam que o blockchain pode vir a facilitar e otimizar as burocracias existentes, gerando uma significativa diminuição na carga administrativa e promovendo diminuição no custo dos tributos arrecadados. Além disso, essa tecnologia contábil também permitirá ao Fisco a realização de uma fiscalização ainda mais ágil e controlada. 

A tecnologia contábil que vai transformar a sua empresa

Você se lembra das 52 normas tributárias alteradas diariamente no país? Nós entendemos que é humanamente impossível estar por dentro de todas elas e fazer com que seu negócio esteja em conformidade com as novas regras sem o apoio de uma plataforma tecnológica especializada. 

Atualmente, o Tax Group conta com uma gama de mais de 20 produtos. Todos eles têm como base a tecnologia tributária para, de fato, mudar a forma como se encara a tributação no país. 

Para se sobressair na revolução tributária, é preciso inovar — e essa palavra é sinônimo de Tax Group. Possuímos uma base de dados que opera a partir de uma estrutura de Inteligência Artificial. Ela acompanha diariamente todas as alterações tributárias e mantém atualizado o banco de normas que utilizamos para atender nossos clientes e mantê-los em dia nos sistemas de rastreamento do Fisco.

Quer conhecer todas as possibilidades que o Tax Group proporciona? Clique aqui e entre em contato conosco. Venha fazer parte da maior revolução tributária do país.