Após a publicação do decreto que reduziu o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) em 25%, o ministro da Economia, Paulo Guedes, falou sobre uma nova diminuição da alíquota. A afirmação foi realizada durante um evento promovido pela Receita Federal nesta quarta-feira (27) e confirmada em decreto publicado na quinta-feira (28). 

“A redução dos impostos indiretos, que são regressivos e incidem de forma perversa sobre os mais frágeis. Por exemplo, reduzimos em 25% e vamos para mais uma rodada baixando em 35% a queda do IPI, sobre produtos industrializados”, afirmou Guedes.

Anteriormente, o ministro chegou a mencionar uma possível redução para 33%. No entanto, a proposta não evoluiu devido à pressão dos parlamentares do Amazonas. Para eles, a diminuição afeta diretamente a Zona Franca de Manaus — pois prejudicará a atratividade da região. Uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) chegou a ser produzida para barrar a redução de 25% já decretada pelo governo federal. 

Entendendo o IPI:

O Imposto sobre Produtos Industrializados, ou apenas IPI, é um dos tributos mais importantes do Brasil. De caráter federal, ele influencia diretamente os índices de arrecadação da União, também sendo uma importante ferramenta do Governo para estimular a economia.

A alíquota contribui, ainda, com a circulação econômica no país, sendo frequentemente utilizado pela União como ferramenta para estimular o desenvolvimento de setores e o aumento do consumo.

.

Quer saber mais sobre o IPI? Clique aqui e confira o conteúdo especial que produzimos sobre esse importante assunto. Não esqueça que, em caso de dúvidas, você pode entrar em contato conosco.