Voltar

Fintech: a nova fase do mercado financeiro

Maio.2019   |   7 min

Fintech: a nova fase do mercado financeiro

O mercado financeiro enfrentou uma série de mudanças nos últimos anos. Em parte, isso se deve ao advento tecnológico que revolucionou a forma como as coisas são feitas e percebidas, em todos os campos profissionais e de conhecimento.

Dessa maneira, num cotidiano tão moderno, lidar com as finanças da mesma forma como os nossos pais e avós lidavam tornou-se algo mais que obsoleto. Diante dessa perspectiva, surgiram empresas dispostas a atender a essa nova demanda, trazendo as vantagens da tecnologia para aprimorar os serviços prestados pelos bancos.

Essas empresas receberam o nome de Fintechs termo que resulta da junção de financial (financeiro) e technology (tecnologia).

Vamos conhecer abaixo, mais detalhes sobre as fintechs e a influência delas em nosso mercado financeiro atual:

Entendendo o conceito

As fintechs, essencialmente, são empresas que redesenham o setor financeiro prestando serviços pautados em tecnologia. Elas são comumente chamadas de “bancos digitais”, porém vão muito além disso.

O objetivo principal delas é proporcionar uma experiência de qualidade para o usuário, que obtém maior controle e liberdade para operar suas transações financeiras, contando ainda com a facilidade de ter o seu banco na palma da mão. Geralmente, elas oferecem facilidade para abrir contas, solicitar cartões de crédito, controlar investimentos e gastos, aumentar o limite, etc. Tudo isso garante ao usuário uma autonomia antes impensável.

Quais os tipos de Fintech?

Existem várias categorias de fintechs, mas vamos nos ater a explicar apenas as quatro principais:

Fintechs de pagamento

São voltadas para facilitar operações de compra e venda, principalmente. Para isso, geralmente oferecem cartões de crédito, ou máquinas de cartão, com condições e características diferenciadas. Nessa categoria, temos um exemplo brasileiro de grande destaque: o Nubank, que oferece cartões de crédito sem taxas e sem anuidade, com uma cobrança de juros rotativos consideravelmente baixa.

Fintechs de crédito

Atuam como intermediadoras entre pessoas que precisam de empréstimo e as instituições que os fornecem. Nesse processo, que é bem mais ágil, também é possível contar com taxas diferenciadas de juros e uma análise de crédito mais flexível. Um bom exemplo dessa categoria, é a Geru, fintech de crédito brasileira, inaugurada em 2015.

Fintechs de controle financeiro

As fintechs de controle financeiro visam auxiliar aqueles que precisam ter um melhor controle sobre seus gastos, ou precisam aprender a poupar. Um bom exemplo é a Organizze, empresa também brasileira,  que possibilita até mesmo a definição e o acompanhamento de metas.

Fintechs de investimento

Elas servem para ajudar a fazer o dinheiro render. Com elas, fazer aplicações e lucrar com isso tornou-se muito mais democrático e acessível. Nessa categoria, temos a Toro como exemplo.

Quais as vantagens de uma fintech?

Dentre as principais vantagens que uma fintech oferece, podemos listar:

— Praticidade  

Em um contexto geral onde a maioria das pessoas, senão todas, estão conectadas na internet, podendo resolver inúmeros aspectos de suas vidas, seria contraditório ainda ter que lidar com as finanças de forma burocrática e complicada. As fintechs então solucionam isso, possibilitando a oportunidade de administrar a sua renda com segurança, a qualquer momento e em qualquer lugar.

— Economia

As fintechs oferecem seus produtos a um preço bastante acessível, o que compete em muito com as instituições financeiras convencionais, cujas taxas de juros são altas e, muitas vezes, não compensam os serviços prestados.

— Autonomia

Antes, as pessoas não podiam ter muita autonomia sobre o dinheiro guardado no banco, por mais contraditório que isso soe. Sempre existiu uma enorme burocracia para fazer ações simples, como aumentar o limite do cartão de crédito, por exemplo. As fintechs, por sua vez, trouxeram mais liberdade para o cenário financeiro. Assim, os clientes não apenas podem aumentar o limite quando quiserem, como também podem fazer inúmeras outras ações sem sair de casa.

Por que as fintechs têm se destacado no mercado?

O ponto principal que faz as fintechs se destacarem entre as instituições financeiras comuns é, certamente, a liberdade e autonomia que elas concedem a seus clientes. O tratamento transparente, personalizado, prático e ágil, fizeram com que elas chamassem a atenção até mesmo de um público mais convencional, conquistando-os com a simplicidade de sua inovação.

Além disso, elas significam um novo momento, em que a tecnologia é usada ao nosso favor. Também representam a aproximação do chamado “futuro tecnológico” — que, em parte, já vivemos. E é por isso que elas têm crescido tanto e ganhado tanto destaque.

 

 

E então, gostou do texto?

Explore nosso blog para ler mais conteúdos como esse!

 

Descubra mais


Notice: Undefined variable: imagem in /home/taxgroup/www/application/view/blog/detalhe.php on line 179

Notice: Trying to get property 'tags' of non-object in /home/taxgroup/www/application/view/blog/detalhe.php on line 194
Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY