Voltar

Carga tributária no Brasil

Setembro.2018   |   3min

Carga tributária no Brasil

O que é carga tributária?

A carga tributária é fruto de um cálculo simples. Trata-se da relação entre a arrecadação federal, estadual e municipal e o Produto Interno Bruto (PIB).

CARGA TRIBUTÁRIA = ARRECADAÇÃO TRIBUTÁRIA / PIB

A arrecadação tributária é composta pelos recursos recolhidos pelo Governo: tributos de pessoas físicas e pessoas jurídicas.

De acordo com material divulgado pela Receita Federal, no cálculo da carga tributária, busca-se analisar o fluxo de recursos financeiros direcionados da sociedade para o Estado. Desta forma é possível medir a porcentagem de riqueza do país necessária para o pagamento dos tributos.

Como é a carga tributária no país se comparada a de outros Países?

O Brasil apresentava uma carga tributária acima de 30% do PIB em 2014, figurando entre os países com maior índice no mundo. O Jornal O Globo realizou gráficos aplicando dados da Receita Federal e da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Segundo o levantamento, o Brasil ocupa o 20º lugar no ranking, à frente de nações desenvolvidas, como Nova Zelândia e Suíça. Quem lidera o ranking é a Dinamarca, com uma carga tributária que corresponde a mais da metade do PIB.

De acordo com os dados, o Brasil lidera o índice de carga tributária na América Latina e Caribe. Diferentes países utilizam metodologias distintas de tributação, e isso deve ser considerado na análise. Ainda assim, esse tipo de ranking comparativo auxilia na compreensão do cenário econômico mundial.

Nos anos de 2015 e 2016, a carga tributária brasileira chegou a 32,11% e 32,38%, respectivamente, de acordo com a Receita Federal.

 

 

Em 2016, a carga tributária apresentou aumento pelo segundo ano consecutivo, porém o índice ainda é abaixo dos 33,66% observados em 2007, antes da crise econômica de 2008.

O gráfico abaixo, elaborado pela Receita Federal, apresenta a evolução da Carga Tributária brasileira em percentual do PIB para o período de 2002 a 2016.

 

Vários fatores influenciam esses índices, como o desempenho da economia e o volume de impostos cobrados.

Retorno sobre os tributos

De acordo com análise realizada em 2017 pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), o Brasil, ainda que registre uma carga tributária alta, não consegue aplicar os recursos de forma que a população tenha um alto retorno. O estudo “Carga Tributária/PIB x IDH – Cálculo do Índice de Retorno de Bem Estar à Sociedade – IRBES”, leva em consideração a carga tributária e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), que mede a qualidade de vida da população.

No ranking apresentado pelo IBPT, o Brasil fica em último lugar, se comparados os 30 países com a maior carga tributária. Fica atrás, até mesmo, de países da América do Sul, como Uruguai e Argentina. A liderança fica com a Dinamarca.

O estudo divulgado pelo IBPT é realizado anualmente. Nos últimos seis anos, o Brasil apresenta estagnação. Os dados apontam que é necessário reformulação na cobrança de tributos, bem como uma alteração consistente na forma como os recursos são aplicados.

 

Descubra mais

Icons made by Bullseye from www.flaticon.com is licensed by CC 3.0 BY